Situação hídrica ainda é crítica no Ceará

Com as chuvas dos últimos os dois principais açudes cearenses voltaram a ter um pequeno aumento no volume.  O Castanhão voltou a subir o seu nível estando nesta quarta-feira(30/3) com 9,55% de sua capacidade total. A Barragem que fica na bacia hidrográfica do médio Jaguaribe está abaixo dos 10% desde o final do mês de fevereiro deste ano e seu volume atual é de 639,890,000m³. Os dados serão atualizados na manhã desta quinta-feira(31/3).

Já o Açude Orós, segundo maior reservatório do estado,  estava nesta quarta-feira (30/3) com 34,55% de sua capacidade total com 670.320.000m³. No inicio da semana o volume era de  657.940.000m³, equivalente a 33,91% de sua capacidade total.

Embora o açude Orós tenha volume superior neste momento preocupa a baixa recarga do Castanhão, pois caso a situação persista um maior volume d´água deve ser liberado da Barragem do Açude Orós para a barragem do médio Jaguaribe que abastece Fortaleza.

O estado do ceará está hoje com 2.367.000.000m³ o que equivale apenas a 12,6% de sua capacidade hídrica.

Outros reservatórios

O Lima campos – Icó está com 27.06%  (17.960.000m³)

Joaquim Távora – Jaguaribe – 23,54% (6.300.000m³)

Nova Floresta – Jaguaribe – 0,39% (0.020.000m³)

Riacho do Sangue – Solonópole – 2,43% (1.420.000m³)

Faé – Quixelô – 0,06% (0.010.000 m³)

QUINCOÊ – ACOPIARA – 5,72% (0.250.000m³)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *