Duas pessoa morreram, 9 foram resgatadas com vida e 9 seguem desaparecidos, segundo o Corpo de Bombeiros

O desabamento do Edifício Andrea no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, ocorrido nesta terça-feira (15) é investigado pela Polícia Civil do Ceará. Um inquérito foi instaurado na manhã desta quarta-feira (16) e a investigação está a cargo do 4º Distrito Policial, no Bairro Pio XII.
Segundo informações do 4º Distrito Policial, oito pessoas já foram ouvidas, entre moradores, sobreviventes e vizinhos.  
De acordo com a polícia, os investigadores procuram a síndica do condomínio, que seria peça chave para entender o que levou ao desmoronamento. Entretanto, Maria das Graças Rodrigues, 53 anos, moradora do apartamento 502, estaria sob os escombros. Os investigadores devem ir ao local do desabamento para mais conseguir mais informações e ouvir outras testemunhas. 

2 mortes

9 seguem desaparecidos no escombros

9 resgatados com vida

20 vítimas no total

Ainda conforme os policiais, o porteiro do edifício, que se encontra no Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira, o Frotinha de Messejana, passou informações sobre a síndica do prédio, que tentou fugir no momento do desabamento, mas não conseguiu sair.
Vídeo mostra pelo menos 6 pessoas em térreo de prédio que desabou em Fortaleza

BUSCA POR VÍTIMAS
O trabalho de buscas por vítimas segue nesta quarta-feira. Os bombeiros realizam ininterruptamente, que começaram logo após o primeiro atendimento à ocorrência, com o revezamento de equipes do Corpo de Bombeiros.


Às 9h50, os bombeiros ouviram um assobio. Era uma vítima se comunicando. Os militares então pediram silêncio total das pessoas no local. A pessoa soterrada está perto do caminhão estacionado ao lado do mercadinho atingido pelos destroços. 


Os bombeiros deram início, ainda na madrugada, à retirada dos entulhos, que são levados por caminhões que acessam o local e cerca de 150 voluntários se revezam com auxílio no resgate e ajuda a vítimas.


DADOS ATUALIZADOS: 2 MORTOS, 9 FERIDOS E 9 DESAPARECIDOS


A primeira vítima foi um entregador de água que estava em um mercadinho atingido pelos destroços, conforme informação do Corpo de Bombeiros. A segunda morte é de uma mulher ainda não identificada.

Ela foi encontrada na madrugada e ainda está sob os escombros. Além das pessoas que morreram, 9 seguem desaparecidas e 9 foram resgatadas com vida.

Nesta manhã, apenas dois feridos continuavam no Instituto Dr. José Frota (IJF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *