TRE inicia revisão biométrica obrigatória em Acopiara e Catarina

Teve início nesta sexta-feira, 15/2, a revisão biométrica nos municípios de Acopiara e Catarina. Para marcar a abertura dos trabalhos revisionais, o vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), desembargador Inácio de Alencar Cortez Neto, presidiu Audiência Pública no Auditório da Câmara Municipal de Acopiara.

Estiveram presentes a juíza titular da 60ª Zona Eleitoral, Karla Cristina de Oliveira, representantes das prefeituras de Acopiara e Catarina, bem como vereadores dos dois municípios, secretários municipais, professores, estudantes e agentes de saúde.

Inicialmente, o desembargador Inácio Cortez explicou que o procedimento é obrigatório e quem não realizar poderá ter “problemas de ordem civil e eleitoral, tais como o cancelamento do título e repercussões no CPF”.

A magistrada Karla Cristina de Oliveira frisou que “a presença do corregedor do TRE neste ato é um marco da abertura da revisão biométrica como período obrigatório, demonstrando a importância que o tribunal dá ao processo revisional”. A juíza ratificou o compromisso de “envidar todos os esforços para atingir o patamar satisfatório de atendimentos”.

Metas

A coordenadora de Administração do Cadastro Eleitoral, Lorena Belo, ressaltou que é necessario atender 90 eleitores por dia no período revisional em Acopiara e 105 em Catarina nos dias de funcionamento do posto no município, para atingir 80% do eleitorado. “Para isso, o TRE disponibilizará servidores, terceirizados e estagiários, sendo necessário que os eleitores compareçam o quanto antes e garantam o conforto e a tranquilidade do atendimento”, advertiu. No final da apresentação técnica, foram respondidos os questionamentos acerca do procedimento e prazos.

A revisão seguirá nos dois municípios de 15 de fevereiro a 30 de agosto de 2019. Em Acopiara, dos 38.043 eleitores, 18.852 fizeram a biometria, representando 49,55% do total. Já em Catarina, somente 1.425 dos 8.926 eleitores foram biometrizados, somando 15,96%. Os eleitores precisam levar um documento de identificação oficial com foto e o comprovante de residência atualizado ao cartório eleitoral.

O TRE-CE esclarece que o atendimento pode ser agendado, através do telefone 148 ou na página do tribunal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *