Acidentes fatais em rodovias estaduais caem 18% em 2015

O Governo do Estado, por meio do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), da Polícia Militar do Ceará, reforçando a fiscalização e as ações preventivas, possibilitou a redução de 18% nos acidentes com vítimas fatais nas rodovias estaduais em 2015. Em números absolutos, no ano passado, aconteceram 403 mortes. Oitenta e seis (86) a menos do que em 2014, quando foram registrados 489 casos.

O número total de acidentes caiu 15% nas CEs, passando de 3.523, em 2014, para 2.996, em 2015. Foram 527 acidentes a menos no ano, o que impacta positivamente no sistema de saúde, uma vez que resulta em menos feridos dando entrada em hospitais para atendimento. O número de feridos, consequentemente, acompanhou essa redução. No ano passado, 1.663 vítimas de feriram em acidentes. Houve 458 menos vítimas lesionadas do que em 2014, quando 2.121 pessoas foram feridas em acidentes.

Fiscalizações e notificações

Durante o ano passado, 276.082 veículos foram notificados. Esse número é 82% maior do que o registrado no ano retrasado, quando 152.057 veículos foram notificados. Nos últimos doze meses, 1.080.527 veículos foram abordados, enquanto em 2014 foram 1.055.405, resultando em um aumento de 2%. A intensificação das abordagens resultou em um aumento de 76% na apreensão de veículos, passando de 32.202 para 56.611 no período.

Quinhentas e quarenta e cinco (545) pessoas foram autuadas e detidas com base no art. 306 do Código Brasileiro de Trânsito, por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência, após ter sido feito o exame com etilômetro. Esse número é 15% maior do que o registrado em 2014 (472 autuações).

Outros 7.775 condutores foram autuados com base no artigo 165 do CTB, por terem se recusado a fazer o exame, o que gerou um acréscimo de 68% frente ao registrado no ano retrasado (4.631).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *