Profetas da Chuva farão previsão para 2016

Profetas da chuva se reúnem no inicio de 2016.

Muito embora a quadra invernosa ou “quadra chuvosa” só comece em Fevereiro os sinais da natureza já começam a serem observados. As chuvas que caíram nos últimos dias trouxeram esperança para o povo sertanejo e até dos centros urbanos já que a falta de chuva fatalmente afetará a todos.

O estado do Ceará vive 4 anos de estiagem, situação que pode ser agravada caso as previsões de um inverno abaixo da média se confirmem. Apesar de o Ceará contar com  a FUNCEME para analisar  os dados meteorológicos e oferecer com o máximo de precisão possível previsões sobre o inverno no estado, uma “voz” muito importante também costuma ser ouvida quando se fala de chuva, que é a voz dos profetas da chuva. Os profetas da chuva são homens e mulheres da zona rural que com o seu conhecimento adquirido através da observação de fenômenos da natureza.

Os profetas da chuva se reúnem anualmente em Quixadá e no inicio de 2016 o encontro acontecerá nos dias 8 e 9 de Janeiro próximo.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO
Sexta-feira, 8 de janeiro de 2016
Fundação Cultural de Quixadá
19h – Praça da Cultura
Abertura do XX Encontro dos Profetas da Chuva
Mostra de Cantadores
Sábado, 9 de janeiro de 2016
IFCE campus Quixadá
8h – Espaço de Convivência Luiz Gonzaga
Recepção dos participantes/ Credenciamento
Café da manhã
9h – Auditório Nilo Peçanha – XX Encontro Profetas da Chuva
Mesa de Abertura – Srs. João Soares e Helder Cortez – Organizadores do Encontro dos Profetas da Chuva; Guilherme Sampaio – Secretário da Cultura do Estado; Dedé Teixeira – Secretário de Agricultura; Hélder Caldas – Diretor Geral do IFCE Quixadá.
9h30 – Fala dos Profetas da Chuva
11h30 – Encerramento
12h – Espaço de Convivência Luiz Gonzaga – Almoço compartilhado
14h – Auditório Nilo Peçanha – Seminário
Abertura: “Tempos de partilha: os profetas da chuva e a patrimonialização dos saberes populares”
Prof. Aterlane Martins – IFCE/GEPPM/Coordenador do Seminário
14h15 – Palestras
Profetas da Chuva: a circulação de discursos na invenção de uma tradição
Profa. Ms. Carla Renata Braga de Souza, Unifor/Maurício de Nassau.
Políticas Públicas de Cultura para o Patrimônio Cultural no Ceará.
Carolina Ruoso, Doutoranda em História da Arte – Sorbonne, SECULT CE
15h15 – Debate: Mediador – Prof. Aterlane Martins, IFCE/Pesquisador do GEPPM
16h30 – Avaliação dos Profetas da Chuva.
17h30 – Encerramento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *