Ceará tem queda de 30,6% no número de indenizações do DPVAT em 2016, aponta seguradora

G1 CEARÁ

O número de indenizações pagas pelo seguro DPVAT diminuiu 30,6% no Ceará em 2016, na comparação com o ano anterior, segundo informou nesta terça-feira (27) a Líder-DPVAT, que administra o consórcio de seguradoras. No total, em 2016 foram pagas 38.044 indenizações para reembolsos de despesas hospitalares, invalidez permanente ou morte para vítimas de acidentes de trânsito no estado.

De acordo com os dados, o Ceará lidera o ranking de indenizações por invalidez permanente no Nordeste, com 34.524. O número é quase o dobro de Pernambuco, o segundo colocado, que registrou 17.780 indenizações do invalidez pagas no período. O estado aparece em segundo lugar no número de indenizações por morte e reembolso de despesas médicas e hospitalares, 1752 e 1.767, respectivamente.

De acordo com a seguradora Líder, a queda na quantidade de indenizações está ligada ao combate a fraudes e ações de prevenção de acidentes no trânsito, como a Lei Seca, radares, uso do cinto de segurança e elevação do valor das multas. Devido aos menores pagamentos, o DPVAT ficou mais barato em 2017.

Nesse período, as regiões Nordeste e Sudeste foram as responsáveis pela maior concentração das indenizações pagas pelo seguro DPVAT (29% cada). A frota da região Nordeste é a 3ª maior do País (17% dos veículos), atrás das regiões Sudeste (49% da frota nacional) e Sul (20% da frota nacional).

O período com mais registros de acidentes é a madrugada, das 0h às 5h59, representando 30% das indenizações pagas para acidentes neste período, segundo o relatório.

  • Madrugada – das 0h às 5h59 (30%)
  • Amanhecer – das 6 às 8h59 (9%)
  • Manhã – das 9h às 12h59 (14%)
  • Tarde – das 13h às 16h59 (16%)
  • Anoitecer – das 17h às 19h59 (18%)
  • Noite – das 20h às 23h59 (13%)

Indenizações

O valor de indenizações não mudou em relação a 2016. Ela é de R$ 13.500 por morte, de até R$ 13.500 por invalidez permanente e de até R$ 2.700 para despesas médicas.

O que é DPVAT

O seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares (DAMS) por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país.

O recolhimento do seguro é anual e obrigatório para todos os proprietários de veículos. A data de vencimento é junto com a do IPVA, e o pagamento é requisito para o motorista obter o licenciamento anual do veículo.

Vítimas e seus herdeiros (no caso de morte) têm um prazo de três anos após o acidente para dar entrada no seguro. Informações de como receber o DPVAT podem ser obtidas pelo telefone 0800-022-1204.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *