Pré-estação chuvosa teve precipitações 21,6% abaixo da média

A chuva acumulada nos meses de dezembro de 2016 e janeiro de 2017 no Ceará foi de 102,1mm, enquanto a média histórica do período é de 130,3mm

Em Orós as chuvas de Janeiro registram 235,7mm nos postos pluviométricos instalados pela FUNCEME, na sede em Guassussê e em Palestina. Em Igarói uma das chuvas registrou 105mm segundo informações de populares.

A pré-estação de chuvas no Ceará é o período compreendido entre os meses de dezembro e janeiro, justamente quando, normalmente, se dão os primeiros registros de precipitações no Estado depois da estação seca (meses de agosto a novembro). Esse período pode ser considerado como o segundo mais importante em termos de quantidade de chuva acumulada e, a depender da atuação dos sistemas meteorológicos mais comuns dessa época, já pode ter impactos positivos na agricultura e no armazenamento de recursos hídricos.

Infelizmente, as precipitações observadas na pré-estação chuvosa 2016/2017, finalizada ontem, não atingiram sequer a média história do período e teve impactos pouco significativos para amenizar os efeitos da seca prolongada observada no Ceará desde 2012. A chuva acumulada nos meses de dezembro de 2016 e janeiro de 2017 no Estado foi de 102,1mm, enquanto a média histórica do período é de 130,3mm, ficando assim 21,6% abaixo da média.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), em dezembro foi registrada a atuação de sistemas meteorológicos típicos da pré-estação, como Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis (VCAN) e Cavados de Altos Níveis (CAN), trazendo precipitações de média intensidade para as regiões cearenses. Já no início de janeiro deste ano, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é o principal sistema meteorológico que traz precipitações para o Ceará, notadamente durante a quadra chuvosa, se aproximou do norte do Nordeste, não chegando a atuar diretamente. A presença desses sistemas pode ser observada na foto abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *