PLANTÃO POLICIAL

PLANTÇAO POLICIAL

Uma mulher foi morta a facadas ontem em Orós. O crime de homicídio ocorreu no distrito de Guassussê e o principal suspeito é seu próprio companheiro.

 

A vítima foi identificada como sendo MARIA E. FERREIRA, natural de Orós – CE, a mesma teria sido atingida por um objeto cortante na altura da virilha. O principal suspeito de ter cometido o crime é a pessoa DANIEL L. ALMEIDA,  natural de Solonópole – CE. A vitima foi encontrada ao solo da sua residência, na sala, mas segundo populares ela teria sido atingida do lado de fora da residência e os populares a colocaram dentro de casa. A policia Civil de Orós compareceu ao local bem como a Perícia Forense foi acionada para recolhimento do corpo da vítima.

Morre outro acusado de matar PM em Juazeiro

Diário do Nordeste

O suspeito Eduardo Nascimento da Silva, 20, conhecido como ‘Galego’, morreu, ontem, no Hospital Regional do Cariri (HRC). Ele havia sido baleado em um tiroteio com a Polícia Militar no município do Cedro e é um dos acusado de participar da morte do soldado PM Djackson Araújo de Viveiros, 32, no último dia 16.Segundo informações da Polícia, Eduardo estava escondido no Distrito de Palestina, no Cedro. Ele teria reagiu à abordagem policial e foi baleado, sendo levado em estado grave ao Hospital Municipal de Icó. Depois, teve que ser transferido para o HRC, mas morreu na manhã de ontem, na unidade de saúde.

Além dele, um adolescente de 17 anos, que também teria participado do crime foi morto por policiais militares em um cerco policial, na última quarta-feira (21), em Cedro. Com a dupla, foram apreendidas duas armas, sendo uma pistola Ponto 45, de uso restrito das forças policiais e uma pistola calibre 380. Segundo o comandante da 5ª Cia do 2º BPM, major Lucivando Rodrigues, o adolescente e o adulto realizavam assaltos com frequência no Cariri.

Equipes da 5ª Cia do 2º BPM, do Comando Tático Rural (Cotar) e da Polícia Civil de Juazeiro do Norte e de Orós participaram da operação conjunta com o objetivo de capturar os suspeitos de matar o PM durante o assalto a uma topique.

Os dois teriam tido apoio do taxista Francisco João dos Santos, 66, preso anteontem, por suspeita de dar apoio logístico à quadrilha, transportando os bandidos e o armamento. Carlos David Freitas da Costa, 23, também fo capturado dois dias depois do crime. Ele seria o dono da arma usada no assalto.

PLANTÃO DIA 21.12

Um adolescente de 17 anos, suspeito de matar o policial Djackson Araújo de Viveiros, 32, foi morto na madrugada desta quarta-feira, 16, em tiroteio com a Polícia Militar na cidade de Orós. O comparsa dele e também suspeito pelo crime, Eduardo Nascimento da Silva, 20, foi preso.

O soldado foi morto durante assalto a uma van, na última sexta-feira, 16, em Juazeiro do Norte. Djackson era do Ronda do Quarteirão e foi atingido com dois tiros na cabeça. O PM havia saído do serviço e voltava para casa no transporte coletivo que seguia em direção à cidade vizinha, Brejo Santo, quando os dois suspeitos anunciaram o roubo ao veículo.

A dupla foi interceptada na residência de familiares do adolescente, situada no distrito de Palestina. Com os dois, os policiais apreenderam duas armas de fogo de calibres 380 e 45. Eduardo foi lesionado na troca de tiros e levado para uma unidade de saúde localizada no município de Icó. Depois, ele foi transferido para um hospital em Juazeiro do Norte.

A Polícia Civil apontou que o adolescente e o comparsa, conhecido como“Galego”, integram um grupo criminoso que realiza assaltos na região. Um taxista identificado como Francisco João dos Santos, 66, que não possuía antecedentes criminais, também foi preso suspeito de dar apoio logístico ao grupo. Com ele, os policiais apreenderam ainda um revólver calibre 38.

O caso da morte do soldado Djakson é investigado na Delegacia de Juazeiro do Norte, onde “Galego” foi autuado em flagrante por associação criminosa armada e tentativa de homicídio contra os policiais. Ele já respondia na Justiça pelo crime de roubo e será autuado no inquérito que investiga a morte do PM. Francisco João foi autuado por associação criminosa armada e posse ilegal de arma de fogo.

O Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *