Prefeito Simão Pedro participa de evento em apoio a vaquejada.

O prefeito de Orós, Simão Pedro, participou nesta terça-feira(25/10) da manifestação em defesa da vaquejada em Brasília. A Esplanada dos Ministérios recebeu mais de dois mil vaqueiros, artistas, profissionais da vaquejada e autoridades em evento em defesa da vaquejada que teve a sua prática considerada inconstitucional em decisão do Supremo Tribunal Federal.

O prefeito Simão Pedro esteve acompanhado do deputado Federal Domingos Neto, do Deputado estadual Agenor Neto e diversas autoridades, que ao lado dos representantes da categoria participaram de eventos em defesa da vaquejada. Também estiveram presente juntamente com o prefeito Simão Pedro, representando os vaqueiros Oroenses, o empresário Luiz André Alves pequeno, e Zé Vidal, que é um dos grandes nomes da vaquejada no Brasil, tendo realizado com muito sucesso a vaquejada de Orós, lembrada até hoje como uma das maiores festas do gênero.

simao-vaq-2

EM DEFESA DA VAQUEJADA

Logo pela manhã, vaqueiros ocuparam o gramado da Esplanada dos Ministérios em Brasília nesta terça-feira, dia 25 de outubro, em manifesto contra a proibição das Vaquejadas. Duas das seis faixas do eixo Monumental foram fechadas pelo Detran.

De acordo com a Polícia Militar, 3 mil pessoas, com 410 caminhões, 1,2 mil cavalos, 53 ônibus e 114 carros participam do movimento.

A comissão de esportes realizou audiência para discutir as práticas características do esporte. também foi realizada pela manhã a missa do vaqueiro. Além deste debate também foi realizada a Missa do Vaqueiro, entre outras ações.

Após o STF considerar inconstitucional a lei cearense 15.299, de 2013, caiu toda a regulamentação daquele Estado sobre a vaquejada. O entendimento passou a ser de que a atividade é ilegal, por representar maus-tratos aos animais.

No Congresso diversos deputados e senadores defendem a regulamentação da vaquejada como esporte e manifestação cultural, inclusive já foram coletadas mais de 150 assinaturas para a PEC 268/2016, a PEC da Vaquejada.

Os  ministros do Turismo, Marx Beltrão, da Cultura, Marcelo Calero, e o da Agricultura, Blairo Maggi, além de notáveis de outras áreas, foram convidados para participarem dos debates, além de entidades de classe relacionadas à cadeia econômica da vaquejada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *