Mobilização em defesa da água é realizada em Orós

Acontece hoje em Orós Mobilização solidária em defesa do bem comum “Água – Direito de todos”. A mobilização convocada pela Colônia de Pescadores z-54, de Quixelô reúne pescadores artesanais, piscicultores, vazanteiros, criadores e usuários da água do Açude Orós em protesto à decisão da transferência de água do Orós para o Castanhão.

A medida anunciada recentemente para dar suporte ao abastecimento de Fortaleza e Região Metropolitana foi questionada entre os usuários das águas da bacia do Orós, que terá uma vazão média de 11,5m³/s(até Setembro será de 4m³/s). estima-se que com a vazão anunciada o Açude Orós chegará no inicio de 2017 com apenas 9,9% de sua capacidade, o que seria o nível mais baixo atingido pelo reservatório desde a sua construção.

A liberação das águas do Açude Orós para o Castanhão já vinha preocupando as autoridades locais desde que foi anunciado ainda no ano passado que essa possibilidade poderia ocorrer caso o inverno fosse abaixo da média. Este ano foi realizado na cãmara de Vereadores audiência pública para discutir o problema e avaliar propostas alternativas, evento que contou com a participação das autoridades do legislativo, executivo, sindicato, pescadores e orgãos estaduais. Também foi formada uma comitiva que foi até a reunião do comitê das bacias na data em que a nova vazão foi decidida, com o intuito de negociar um cenário menos desfavorável para o Açude Orós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *